Arquivo do mês: abril 2005

Das pequenas sinceridades.

Eu esperei a noite toda pra poder sentar aqui e escrever. Faz quase três anos que tenho me dedicado aos blogs que criei (dois, contando esse) e fico realmente contente ao perceber que não foi apenas fogo de palha. Eu … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

Só resultados.

Campeonato russo 6ª rodada Alania Vladikavkaz 2×1 Spartak Moscow Dynamo Moscow 0x2 FK Moskow Ktylya Sovietov Samara 3×0 Zenit St. Petersburg Lokomotiv Moscow 1×1 Amkar Perm Rubin Kazan 1×1 Rostov Terek Groznyi 1×0 Saturn Rameskoye Tom Tomsky 0x1 Shinnik Yaroslavil … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

Ma che!

Samba Italiano [Adoniran Barbosa] Piove, pioveFá tempo que piove quá, GigiE io, sempre io,Sotto la tua finestraE voi senza me sentireRidere, ridere, ridere,Di questo infelice qui.Ti ricordi, GiocondaDe quella sera in GuarujáQuando il mareTi portava via,E me chiamaste: “Aiuto, Marcello!”La … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

Mr. & Mrs. Bubbles.

Daí que tinha uma moça que não queria coisa alguma antes do nome de seu namorado. Nada, absolutamente nada poderia ser mais importante, mais relevante, mais prioritário, melhor, enfim, do que o seu namorado. E era isso – era só … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

Tenho uma pena que escreve Aquilo que eu sempre si…

Tenho uma pena que escreveAquilo que eu sempre sinta.Se é mentira, escreve leve.Se é verdade, não tem tinta. [Fernando Pessoa] Essa quadrinha “ao gosto popular”, escrita por Fernando Pessoa, é uma das poucas palavras que achei e que podem me … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

Há vinte e um anos atrás, direto da Maternidade São Paulo: eu.

Daí que hoje é meu aniversário. Desde sempre meus aniversários pouco diferiram de dias comuns. Talvez as únicas coisas das quais me lembro com certo carinho sejam as festas e os presentes do tempo de criança e os jantares (aqui … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

Era um soldado eficiente; sabedor de suas obrigaçõ…

Era um soldado eficiente; sabedor de suas obrigações e deveres, conhecia cada rosto que costumeiramente passava por aqueles portões e poderia até mesmo dizer pra onde cada qual se dirigia. Mantinha sua posição firme, sem desguarnecer seu espaço nem por … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário