Mr. & Mrs. Bubbles.

Daí que tinha uma moça que não queria coisa alguma antes do nome de seu namorado. Nada, absolutamente nada poderia ser mais importante, mais relevante, mais prioritário, melhor, enfim, do que o seu namorado.

E era isso – era isso.

E ele nem ligava. Abria um livro na cara dela (de algum autor pouco conhecido, mas muito, muito bom e muito, muito, muito inteligente – inglês ou, quem sabe?, tcheco) e fazia bolhas translúcidas e tão leves quanto qualquer bolha – elas não tinham nada de especial, entende? Eram só bolhas.

Só bolhas – dele. E, pra ela, era só isso, além de não ter nada na frente do nome dele. Nem que surgissem gênios ou oportunidades imperdíveis, ela faria uma cara qualquer de desprezo, daria de ombros e sairia correndo atrás da última bolha que viria do canudo.

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s