Arquivo do mês: outubro 2006

deixa o verão…

Odeio dias quentes, com o ar parado; o meu humor podre, a mente que não consegue funcionar direito. Me irrito e sou agressivo. Não é culpa minha. A culpa é do calor. Ódio. Lá fora: 32ºC. Isso deveria ser proibido. … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

el bigodón

Penso que é viver brincando, e que se explodam as neuroses existenciais. No entanto, fui à biblioteca hoje e saí com Nietzsche na mochila. Mereço o calvário. Talvez ele venha nas letras do prussiano. Sempre tive medo de ler Nietzsche … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

O Pedra.

Houve um professor de Geografia, formado na Unesp, companheiro de turma de muitos dos meus mestres, que lecionava nas escolas mais badaladas e caras das regiões de Campinas, Rio Claro, Ribeirão Preto, Jundiaí… Era um ótimo professor, fazia sucesso onde … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

música

Eu adoro quando preciso equalizar meus fones de ouvido para a opção “soft rock”, da lista de possibilidades de equalizações do Winamp. Isso significa muita coisa, mas especialmente que aquilo que eu estou ouvindo se encaixa exatamente num tipo de … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | 1 Comentário

“Dá um abraço?”

Chegou no Brasil. Em São Paulo e na Paulista – a mais fria e impessoal das avenidas, da mais impessoal das cidades brasileiras. A não ser nos dias em que ela se enche de gente que não corre pros escritórios, … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

Cordel Estradeiro.

O Cordel me encanta. To falando do Cordel do Fogo Encantado. Como a maioria das músicas que eu ouço, meus ouvidos precisaram de um período de adaptação, especialmente pra dissociar a música dos rapazes de Arco Verde, lá no Pernambuco, … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | Deixe um comentário

rotina

Desde terça-feira tenho acordado às seis da manhã, ido para o banho – que não leva mais do que dez minutos –, saído do banheiro, colocado uma roupa, os tênis, caminhado até a cozinha e, ali, bebido uma caneca de … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | 1 Comentário