“Pedro pedreiro penseiro esperando o trem […]”

O que eu venho fazendo não é bem trabalho. Pra que seja considerado trabalho pressupõe-se algumas coisas. A principal delas, segundo MARX (vejo fogo nos olhos de alguns), seria eu estar recebendo pela venda de minha “força de trabalho”. Mas, pff, nem. Não estou recebendo e, na verdade, essa não é a minha intenção com essa coisa toda. Quero mais é mais.

São três da manhã. E amanhã, aí sim, vou ter que levantar da cama e ir, sim, vender minha força de trabalho por um salário. Injusto e miserável. (A idéia de greve torna-se tentadora quando se enxerga as coisas de um certo ponto de vista.)

Eu deveria estar dormindo.

Não tenho porquê reclamar. (Mentira!)

:::

[…]
A gente almoça e só se coça e se roça e só se vicia
A porta dela não tem tramela
A janela é sem gelosia
Nem desconfia
[…]

“Pedro não sabe mas talvez no fundo espere alguma coisa mais linda que o mundo”. Pedro pedreiro. Thiago pedreiro? Penseiro? Rá. Hm.

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s