Arquivo do mês: março 2007

boa música, às 3h49, porque amanhã não é dia de levantar cedo.

todo mundo que ouve sem cuidado chama de música country. todo mundo devia ouvir as coisas com mais cuidado e eu aposto que encontrariam nuances incríveis mundo a fora. mas como as pessoas preferem levar tudo na superficialidade das opiniões … Continuar lendo

Publicado em recomendações do tio | Deixe um comentário

sessão pipoca

então vamos falar sobre cinema. nos últimos dias assisti há alguns filmes. dois deles merecem nota. ontem à noite, aqui em casa, revi Match Point, do genial Woody Allen. mas não é sobre esse filme que quero falar, é sobre … Continuar lendo

Publicado em recomendações do tio | 3 Comentários

menina da flor azul

se me dessem um lápis azul, agora, eu desenharia uma flor azul. se, ao invés disso, me dessem uma luva, acho que pegaria, agradeceria como se deve, mas deixaria em alguma mesinha de canto enquanto saísse do cômodo. um cômodo … Continuar lendo

Publicado em dos pequenos devaneios | 1 Comentário

meros devaneios tolos…

estava vendo a Baby do Brasil, antiga Baby Consuelo, no Programa do Jô Soares ainda agora… ela se converteu ao protestantismo há alguns anos, é sabido; o que não sei bem é qual denominação, mas uma das mais fervorosas, pelo … Continuar lendo

Publicado em dos pequenos devaneios | 5 Comentários

seca criativa.

quando eu resolvia contar um história sem pé nem cabeça, simplesmente saía escrevendo, sem pensar muito naquilo que ia saindo e, no fim, geralmente, algo de bom aparecia escrito. mas a “culpa” normalmente não era minha… escrever é fácil. quem … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | 1 Comentário

goin’ to the ocean…

um bobo num mundo de espertos. desanimado e um pouco triste – e eu nem sei bem por quê. desconfio que eu seja uma pessoa bem menos sociável do que aquela que eu sempre pensei ser. pelo visto, não sei … Continuar lendo

Publicado em la comedie des jours | 1 Comentário

Flor do Lácio.

É destino, e em Portugal, “fado”. Não podia ser diferente. Eu teceria odes eternas àquele povo, sem querer saber de antigas memórias – principalmente porque eles, feitos que são dessas recordações, souberam como nenhum outro povo que conheço, construir cultura … Continuar lendo

Publicado em dos pequenos devaneios, recomendações do tio | 3 Comentários