em cadeia mundial

clica, pra ler melhor

O Le Monde ficou sabendo. A Folha leu e repercutiu. O El País, dormindo no ponto, foi avisado pelo feed do Le Monde.

Minha vez de dizer, então: Suharto, ex-presidente ditador da Indonésia, morreu, aos 86 anos.

~.~.~

Claro que é um caso atípico, a morte de uma figura política conhecida mundialmente. Mas não é incomum perceber que são sempre as mesmas notícias, sempre repercutidas da mesma forma, partindo sempre das mesmas agências internacionais — com as mesmas fotos, apenas editadas de maneiras diferentes.

Dá o que pensar.

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para em cadeia mundial

  1. Gabriela disse:

    Em termos de últimas notícias, a regra é a mais pura homogeneidade e pasteurização no jornalismo online… :P

    O que é realmente preocupante. Fico imaginando o que nunca sabemos, Gabriela, porque cai na malha fina dos que decidem o que é ou não notícia.

    Por outro lado, deixando a rabugice do mundo de lado, agradeço a visita e o comentário. Ponha-se confortável e à vontade. =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s