watchin’ people…

Sentei na praça de alimentação do shopping D. Pedro, em Campinas, como há algum tempo não fazia – apesar de gostar bastante da experiência. Ficar olhando os outros é um dos meus passatempos favoritos.

A moça comendo sozinha, duas mesas atrás de mim, ouvindo música num volume tão alto que eu mesmo ouvia o que seus ouvidos ouviam. O casal ao lado, ele devorando avidamente as batatas-fritas do pacote, ela desfilando pra lá e pra cá, trocando cadeiras (não sei bem por que), com sua meia arrastão. Mãe e filha, na mesa da frente – a primeira, linda; a segunda, pobre menina… Casais passando ao largo, pessoas nas filas esperando pela sua vez, o atendente do McDonald’s meio enlouquecido pelo movimento inesperado em seu caixa, a (bela) atendente do Burguer King rindo de um grupo de meninos que fizeram qualquer gracinha (que não pude ouvir, infelizmente). Duas moças, algumas mesas na minha frente, discutindo qualquer problema aparentemente insolúvel, uma delas vestindo uma blusa verde e botas com saltos muito, muito finos – aposto que ela morreu de frio quando saiu do ar-condicionado do shopping mas se obrigou a manter a pose. Algumas são engraçadas, algumas são intrigantes, algumas são irrelevantes, por algumas me apaixono, por outras crio afeto instantâneo…

Sentar na praça de alimentação do shopping D. Pedro é sempre muito divertido.

Observar as pessoas, especialmente quando elas não estão te vendo, é muito divertido.

Tenta… Um dia.

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

2 respostas para watchin’ people…

  1. hihi

    sempre faço isso! sou apaixonada por pessoas, virxi me apaixono fácil: por homens, mulherres, crianças, velhinhos, caras zangadas. rs. paixão é sempre muito fugidia, né?

    sabe o que é, melhor ainda? qdo vc desenha e não consegue fazer um retrato, de ngm que vc conhece e, qdo menos se espera, vê o rosto de um desconhecido (perdido no mar de cabeças no onibus, andando apressado) e tem certeza que já desenhou um parecido.

    inté um dia
    smac

  2. Fernanda Cristina disse:

    Donde vem “os olhos mentem dia e noite a dor da gente”?
    Mas, não é mesmo, pra alguns…? não é? não é?

    sempre sumo por uns tempos… re-volta, no sentido de re-tornar. redoma perfeita. :-|
    :-}
    tô por aí…

    bjocas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s