duas imagens. muitos links.

A primeira, uma supresa. Imagino que boa – se bem que julgamentos de valor deviam ser declarados prejudiciais à saúde humana, sendo permitido seu uso apenas em situações especiais (bastante raras). Enfim… O Google Maps tem agora (e não sei há quanto tempo) mapas das ruas, estradas, rodovias, caminhos-de-ferro e que-tais aqui do Brasil, com seus devidos nomes e localizações. Vem desse site a primeira imagem. Apresento a quem se interessar, a cidade de Pedreira e suas 100 ruas, se tanto (não, eu não contei). Estão todas aí. E se lhe aumentamos a escala, o mapa mostra todos os nomes, de todas elas. Procurei experimentar com outras cidades e acontece o mesmo. Imagino que o site tenha escolhido um determinado número de habitantes para disponibilizar os mapas. Pedro de Toledo, no Vale do Ribeira, pra onde fui como voluntário no Projeto Rondon, no entanto, não tem suas ruas detalhadas. Se bem que, no caso de Monte Alegre do Sul, uma cidadezinha bastante pequena (não deve ser maior do que Pedro de Toledo, ou seja, não ultrapassa os 10mil habitantes) aparecem todas as suas poucas ruas. Talvez seja, então, porque infelizmente a cidade do Vale não tem uma base cartografada digital de suas ruas e estradas. Por óbvio, já que se trata de um município pobre, com prioridades outras. Ainda que tenha dois topógrafos trabalhando na prefeitura… Mas isso é outra história. O fato é que há um brinquedo novo na praça: Google Maps, com boa parte das redes de circulação brasileiras.

A outra imagem, encontrada no ótimo blog do jornalista Pedro Alexandre Sanches, me fez perceber que é preciso continuar acreditando. Nada me entristece mais do que sentir-me desanimado ou derrotado de alguma forma. Sei de uma coisa: as pessoas erram. Saber entender isso faz parte da vida, de um certo crescimento pessoal que pretendo pra mim. Se foi decepcionante – e foi – é preciso lembrar que há um horizonte nada favorável se, inafortunadamente, o desânimo definitivamente tomar conta e transformar tudo num torpor inerte e inócuo. É preciso que eu diga (pra mim, inclusive), portanto, que apesar de tudo, sigo acreditando e confiando. Especialmente quando do outro lado, a única coisa que se ouve são “bravatas” (ele usou muito essa palavra no último debate), a ausência de propostas concretas, platitudes ofensivas e nenhum pé no chão, quando, de outra forma, seria ótimo e extremamente esclarecedor um intenso debate de idéias e de concepções de mundo – sem mentiras (de parte a parte, vale dizer). Há uma série de adesivos preconceituosos e de péssimo gosto que andam se proliferando nos vidros dos carros ultimamente. Contrariamente a esse fato, deixo aqui a figura que encontrei no (ótimo, não custa lembrar) blog que disse ali em cima.

Eis aí um fato que incomoda uma porrada de gente.

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s