sufragando

Pra situação como essa, a melhor saída é colocar um jazz pra tocar e ir saindo pela esquerda, como quem não quer nada, balançando os dedos indicadores no ritmo do baixo.
Porque, veja, o que se vai fazer? Levar a vida a sério? Eu acreditei no milagre em forma de homem. Acreditei. Minha culpa, minha máxima culpa. Foram expectativas altas demais – o Lula é só um homem. Não quero votar nele novamente. Mas aí eu arranjo um problema gigantesco: o que fazer com o Chuchu? Eu não compactuo com tudo o que o PT fez no poder, na verdade nem sou petista, mas não gosto do que vejo quando imagino aquela cadeira com uma bunda bem penteada e limpinha do PSDB em cima de novo.
Fosse o caso de protestar – de um jeito inteligente, não apenas anulando o voto ou colocando um nariz de palhaço – eu votaria na Heloísa Helena. Porque ela é uma mulher (ponto 1), porque ela é inteligente a ponto de incomodar muita gente (ponto 2) e porque ela faz aquilo que o Plínio de Arruda Sampaio disse pretender fazer, quando participou do debate da Globo, no último dia 26 (para os candidatos ao governo de São Paulo): não deixar o socialismo desaparecer da pauta política brasileira. Porque não pode. Ah, não pode.
Só que eu tenho medo de protestar votando em outro que não o Lula e acabar contribuindo pra chegada do Chuchu num possivelmente sangrento e nojento segundo turno. Foda. A ausência do Lula no debate da Globo me deixou confuso. Acho que muita gente que votará nele me dirá que houve motivos reais e legítimos pra ele não ter ido e, ao mesmo tempo, acho que muita gente que não votará nele terá argumentos que também me convenceriam. E tudo ficará bastante confuso.
Por enquanto sei pouco. O Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) pro Palácio dos Bandeirantes, o Eduardo Suplicy (PT) pro Senado e a Soninha (PT) pra Câmara Federal.
Eu vou trabalhar nas eleições. Tenho até as 16h59 do dia 1º de outubro pra decidir e ser o último (de novo) a votar, na minha sessão.
Maldita decisão difícil…
Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s