Bolão

Acabei de mandar um email pra dois professores meus convidando-os para participar de um bolão da Copa que eu e alguns amigos da faculdade estamos organizando.

A relação aluno-professor dentro da universidade vem sempre acompanhada de uma névoa estranha, leitosa, real, que não deixa a gente (alunos) se aproximar deles com uma intimidade um pouco maior. Claro que tem que existir um certo respeito, afinal, os “pouca-merdas” (uma palavra nova) somos nós, só que eu nunca me dei muito bem com essa hierarquia imensa e arraigada que existe ali (como existe em outros lugares, nas Forças Armadas, por exemplo, que não precisei servir; ainda bem), então sempre que pude, durante esses cinco anos, tentei quebrar isso (com algum sucesso, vez ou outra). Essa é mais uma tentativa.

Em poucos meses, deixarei de ser aluno e me tornarei colega de profissão dos dois geógrafos. Não vejo mal algum. Espero que eles também não. Tenho a meu favor o fato de ter uma certa intimidade com eles. Um outro professor já está na lista dos apostadores – isso talvez ajude, também.

Aliás, se alguém ler esse post e quiser participar, é só me avisar. No fim, a pessoa que ganhar precisa reverter uma parte da quantia das apostas em diversão pura (leia-se: mesa de bar e afins). Pra quem mora longe fica difícil essa parte, mas se quiser apenas se divertir chutando placares de jogos e possíveis classificados para as oitavas-de-final, que fique à vontade.

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s