A única coisa que me permito pensar é que a estupi…

A única coisa que me permito pensar é que a estupidez humana não tem limites.

Quando linkei esse post do Idelber Avelar, não sabia que ele fazia parte de uma onda de “revolta” contra um outro post, esse, do Alex Castro, no qual o rapaz se pergunta o que, diabos, atraiu tanta gente para o Partido Nazista na Alemanha, no início do século XX.

As pessoas deturparam a discussão, interpretaram erroneamente o conteúdo do post e transformaram uma questão necessária – que carece de resposta, aliás -, em uma declaração anti-semita do Alex. O que é uma inverdade. Ele nunca disse isso. Mas todo mundo entendeu tudo errado e acharam que a discussão corrente era sobre o posicionamento político do Nazismo – se de esquerda ou de direita. Ora, por favor, como já foi dito em algum lugar (acho que no LLL mesmo), o Nazismo teve inúmeros componentes de esquerda e de direita na sua gênese, então, ou ele foi os dois, ou nenhum. E, de qualquer forma, isso é completamente irrelevante. De quem foi a “culpa” pelo Nazismo? Discussão mais inútil.

Então, me justificando, ainda que apenas pra mim, peço desculpas ao Alex se participei (indiretamente) desse linchamento absurdo.

(O post do Idelber, ainda que muito verdadeiro, do meu ponto de vista, corroborou essa atitude infantil das pessoas, que leram errado e interpretaram errado o que o Alex escreveu. Mas eu ainda rio com a imagem do Toddynho…)

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s