uma declaração torta.

Você pensa que os pés cansados me incomodam a ponto de eu não conseguir mais te acompanhar? Nem um pouco. Aliás, nada. Não são os pés que importam, vê se me entende. O que importa é estar por perto, é entrar logo atrás de você, é ver o que você vê – mas sem me tornar uma sombra, sem ser sua sombra. Eu só quero ficar feliz com a sua felicidade.

Vão dizer que isso é paranóia, com certeza. E quando disserem, o máximo que vou fazer é sentar, suspirar muito profundamente, olhar para os lados com um ar extremamente cansado, tirar os sapatos e começar a massagear meus pés doídos. Porque, pra eles, o que importa são os fatos, o que interessa é só o que eles conseguem ver e medir e… São insensíveis às coisas que não se medem.

Uma hora eles se cansam – e eu continuo. Não me importo se pareço um maluco, não me interessa saber o que pensam, me importa você. Me importa sentir seu ar, viver ao seu lado, te ter – apesar de não te ter. Pensar que te tenho, é muitas vezes melhor do que a mais negra das solidões (que eu já experimentei, e não quero de volta). Então, tudo é alegria, tudo é festa. E eu vivo feliz assim. Não tem problema… Não tem nenhum problema.

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s