11°C = “criança feliz”

Caminhando do quarto até aqui com uma manta sobre os ombros, eu desisti de lembrar há quantos meses isso não acontecia.

Frio lá fora.

Adoro relembrar a cada ano os vários porquês de eu preferir essa época do ano (quando ela vem de verdade) ao verão, com seus dias suarentos e fedidos. A caneca de chocolate quente aqui do lado não me deixa mentir…

É um ritual muito bom esse de se proteger contra o frio. Levanta, mais cinco minutos. Agora sim, levanta, põe o chinelo, vai no banheiro, olha pro chuveiro, depois de alguns minutos de coragem, o banho – interminável. Calça, meias, tênis, blusa, tem até touca… É bom demais ficar quentinho no inverno.

O assunto é recorrente, mas é que andando do quarto até aqui, desisti de lembrar quando foi o último inverno frio que eu tive.

Frio é como música clássica. No primeiro momento a maioria torce o nariz, mas no fim acaba se rendendo.

Já pensou se nevasse por aqui? Seriam três meses de odes ao clima.

Anúncios
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s