Num fôlego só:

De que me adianta, responda aí, um inverno que não esfria? Não vejo muito sentido pra ele… Inverno bom é daqueles que você pode fingir que fuma – mesmo quando já fuma (o que é uma idiotice, convenhamos).

Fumar é que é uma idiotice. Pode ter ficado confuso. Você gasta dinheiro, inala veneno, fica fedendo – uma merda. Sou da opinião de que um tiro certeiro um ou dois centímetros acima da orelha resolveriam esse problema com maior eficiência. Você seria um “suicida competitivo”; faria seu serviço (sujo, sim, mas, ora, alguém tem que fazê-lo) em menos tempo. Pense nisso, todo mundo tem que ser competitivo hoje em dia. “O Mercado exije” – dizem essas propagandas de faculdades que ouço no rádio a caminho da minha faculdade.

Me perdi.

Eu dizia que de nada vale um inverno sem fumacinha escapando pela boca. Como aqueles que têm (ou tinham, ou terão) o ar tão gelado que fazem doer a garganta na primeira inspirada.

Hoje tinhamos 17ºC quando cheguei da faculdade. Lá embaixo – na cidade. Eu moro no morro; do alto, vendo tudo – praticamente um condor – e aqui em cima as coisas são mais frias. Tudo aqui em cima é mais frio. Os piores carrascos da humanidade nasceram nos lugares mais altos de seus países. Essa é uma tese a ser provada. Quem sabe num mestrado em Sociologia…

Aliás, falando em Sociologia, quase mandei a professora às favas hoje. Favas podres, devo dizer. Já falei dela aqui. Uma medíocre que resolveu pegar no meu pé. Aliás de novo, preciso comprar livros. Preciso de dinheiro, antes de tudo. Com algum dinheiro, não muito, eu mandava aquela ameba, ahm, amebar noutras praças… O dinheiro dá poder. Michael Jackson foi condenado? Não. Ele tá falido. Não é um bom exemplo. Mas ele teve muito dinheiro, foi o rei do Pop.

Será que mamãe se orgulharia de ter um filho rei de alguma coisa? Acho que sim. Mamãe é meio judia, meio italiana, meio portuguesa, meio brasileira, mesmo. Essas raças de mães costumam ser muito apegadas a suas crias.

Grande mamãe.

*respira*

Friozinho hoje, não?

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s