Análise?

Tem umas coisas que eu queria dizer. Mas vou dizer uma só. Eu acho. Até o fim decido de digo mais…

Tem bastante gente que gosta do Chico Buarque – eu, uma delas. Tem uma meia dúzia que é fã enlouquecida – esses se descabelam quando vêem os belos olhos de ardósia. Esses últimos costumam ser tão inconvenientes quanto qualquer fã ensandecido – mais ou menos como os fanáticos por Los Hermanos. Eu também gosto deles, os barbudos, mas não me descabelo – que fazer o rabo de cavalo dá mais trabalho do que aquilo que eu prefiro me obrigar.

Mas, então, sem diletantismos… Direto ao ponto. É compreensível encontrar pessoas que não gostem do Chicão, ah, claro que é. Tem gente que gosta de Radiohead, e gente que não. É mais ou menos igual. E esse grupo se divide em dois. Tem a parte daqueles que realmente não gostam do som, das letras, “não querem mais ouvir a voz chinfrim”, é compreensível. Mas tem gente que não gosta porque o Chico é de Esquerda. Misturam tudo. Ideologia com talento. Deu pra entender. Não vou me estender mais.

Tem mais. Não sei se falo. Um post diarinho. =)

Eu não sou dado a arroubos raivosos. Não, não sou. Também não sou calmo. Não levo jeito pra monge tibetano, na verdade. Mas algumas coisas acontecem e por mais controle ou equilíbrio que eu possa ter, não me contenho e a raiva ferve aqui dentro e eu saio xingando, chutando cachorro, gritando, essas coisas…

Pois bem. O que me irrita a níveis inimagináveis, por exemplo, é desrespeito gratuito. Você é educado, cortês, gentil, amável, acessível e, de repente, aparece um babaca qualquer e resolve, com toda a razão (isso é irônico), porque tem os ovos virados naquele dia, que é uma boa hora pra má-educação, atitudes rudez e verborragia desnecessária. Isso me irrita. Não seja verborrágico desnecessariamente na minha frente. Seja, mas com coerência. Aliás, não perca a sua coerência com a vida, com as coisas, com as pessoas – principalmente com as pessoas. Trate-as com deferência e respeito, e não se deixe levar por condescendências. É irritante. Pra mim, pelo menos.

Eu precisava desabafar.

É foi bom.

Tem um cigarro?

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s