Ah, o Jazz, o Jazz…

Blue Moon

[Richard Rodgers / Lorenz Hart]

Blue moon,

you saw me standing alone

without a dream in my heart

without a love of my own.

Blue moon,

you knew just what I was there for

you heard me saying a prayer for

somebody I really could care for.

And then there suddenly appeared before me,

the only one my arms will ever hold

I heard somebody whisper, “Please adore me.”

and when I looked,

the moon had turned to gold.

Blue moon,

now I’m no longer alone

without a dream in my heart

without a love of my own.

Todo mundo, mas todo mundo mesmo, desde aqueles que nem entendem inglês (mas entendem de tantas, tantas, tantas outras coisas), até os que vêem alguma superioridade nisso (e não entendem nada, de nada), devia alegrar-se ouvindo essa música (quer seja na voz do Blue Eyes, Frank Sinatra, quer na de Billie Holiday – a minha preferida). Nem que fosse apenas pelo tempo da canção, mas alegrar-se.

O mundo seria melhor. Na hora do “susto” do agudo de trompete, as jovens moças da primeira fila dariam pulinhos contidos, acompanhados de gritinhos levemente histéricos. Uma gracinha.

E que vá tomar lá (você bem sabe onde, mas eu tenho um mapa, caso seja preciso), com pó de brita*, aquele que vier me encher o saco dizendo que Jazz não é música, que é só barulho. Siga a fila, mãos no ombro do que vem na frente (tanta gente indo, uma fila imensa), cuidado pra não tropeçar nos cadarços desamarrados e vá, por favor, vá!

Anúncios

Sobre thiago gonçalves

se tanto.
Esse post foi publicado em la comedie des jours. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s